Brasagem com tocha: um guia abrangente para o processo

Snipaste_2023-05-05_22-40-53

A brasagem com maçarico é um tipo de brasagem que utiliza uma tocha para aquecer a peça e o metal de adição a uma temperatura acima de seus pontos de fusão. O metal de adição é então derretido e flui para a junta entre as duas peças de metal, formando uma ligação forte quando esfria. A brasagem com maçarico é usada em diversas aplicações, desde encanamento e HVAC até automotivo e aeroespacial.

Uma das vantagens da brasagem com maçarico é a sua flexibilidade. Ele pode ser usado para unir uma ampla variedade de metais, incluindo cobre, latão, aço e alumínio. É também um processo relativamente simples que não requer muitos equipamentos especializados. No entanto, é necessário alguma habilidade e conhecimento para obter bons resultados, principalmente quando se trata de selecionar o metal de adição correto e controlar a temperatura da peça de trabalho.

Se você estiver interessado em aprender mais sobre brasagem com tocha, há uma variedade de recursos disponíveis online, incluindo tutoriais, vídeos e fóruns onde você pode fazer perguntas e obter conselhos de braseiros experientes. Quer você seja um entusiasta do faça você mesmo procurando realizar um projeto de encanamento doméstico ou um soldador profissional procurando expandir suas habilidades, a brasagem com tocha é uma técnica valiosa para ter em seu kit de ferramentas.

O que é brasagem com tocha?

A brasagem com maçarico é um tipo de processo de brasagem que envolve o uso de uma tocha portátil para aquecer a peça e o metal de adição até seus pontos de fusão. O metal de adição é então atraído para dentro da junta por ação capilar para formar uma ligação forte e permanente entre as peças de trabalho.

A brasagem com maçarico é um processo versátil que pode ser usado para unir uma ampla variedade de metais, incluindo aço, cobre, latão e alumínio. É comumente usado nas indústrias automotiva, aeroespacial e hidráulica, bem como na fabricação de eletrodomésticos, eletrônicos e joias.

Existem vários tipos de tochas que podem ser usadas para brasagem, incluindo tochas de oxicombustível, tochas de ar-acetileno e tochas de ar-propano. A escolha da tocha depende da aplicação específica e do tipo de gás combustível disponível.

O acetileno é um gás combustível comumente usado para brasagem de maçarico, pois fornece uma alta temperatura de chama e pode ser usado com uma variedade de pontas de maçarico. Propano e MAPP (metilacetileno-propadieno propano) também são usados para brasagem com maçarico, pois estão mais prontamente disponíveis e são mais baratos que o acetileno. O gás natural também pode ser usado, mas requer uma tocha maior e um tempo de aquecimento maior.

A brasagem por resistência e a brasagem por imersão são tipos alternativos de brasagem que podem ser usados no lugar da brasagem com maçarico para determinadas aplicações. A brasagem por resistência envolve a passagem de uma corrente elétrica através da peça para gerar calor, enquanto a brasagem por imersão envolve a imersão da peça em um banho fundido de metal de adição. No entanto, a brasagem com maçarico continua sendo uma escolha popular para muitas aplicações devido à sua versatilidade, portabilidade e facilidade de uso.

Técnicas e Métodos de Brasagem

A brasagem é um processo de união de duas ou mais peças metálicas, aquecendo-as a uma temperatura acima de 450°C e abaixo do ponto de fusão do metal base. O metal de adição é então derretido e flui para dentro da junta por ação capilar. Existem diversas técnicas e métodos de brasagem utilizados na indústria, cada um com suas vantagens e desvantagens.

Brasagem Manual com Tocha

A brasagem manual com tocha é um método de brasagem comum usado na produção em pequena escala ou em trabalhos de reparo. Neste método, uma tocha portátil é usada para aquecer a área da junta e derreter o metal de adição. O operador controla manualmente o calor e o fluxo do metal de adição. A tocha pode ser alimentada por acetileno, propano ou gás natural. A brasagem manual com tocha é adequada para unir uma ampla variedade de metais, incluindo cobre, latão, aço e alumínio.

Brasagem Automática com Tocha

A brasagem automática com tocha é um método de brasagem semiautomático que usa um robô ou máquina para controlar a tocha e o fluxo do metal de adição. O operador define os parâmetros de brasagem e a máquina cuida do resto. A brasagem automática com tocha é mais rápida e consistente do que a brasagem manual, tornando-a adequada para produção de alto volume.

Brasagem com tocha mecanizada

A brasagem com tocha mecanizada é um método de brasagem totalmente automatizado que utiliza uma máquina para controlar a tocha e o fluxo do metal de adição. O operador define os parâmetros de brasagem e a máquina cuida do resto. A brasagem com tocha mecanizada é mais rápida e consistente do que a brasagem com tocha manual e automática, tornando-a adequada para produção de alto volume.

Brasagem de forno

A brasagem em forno é um método de brasagem usado para peças grandes ou complexas que requerem aquecimento uniforme. As peças são colocadas em um forno e a temperatura é elevada até a temperatura de brasagem. O metal de adição é então adicionado à junta por ação capilar. A brasagem em forno é adequada para unir metais com altos pontos de fusão, como aço inoxidável.

Brasagem por Indução

A brasagem por indução é um método de brasagem que utiliza um campo eletromagnético para aquecer a área da junta. O metal de adição é então adicionado à junta por ação capilar. A brasagem por indução é adequada para unir metais com alta condutividade elétrica, como cobre e latão.

Brasagem por imersão

A brasagem por imersão é um método de brasagem que utiliza um banho de sal fundido para aquecer a área da junta e derreter o metal de adição. As peças são mergulhadas no banho e depois removidas e resfriadas. A brasagem por imersão é adequada para unir metais com formas complexas ou paredes finas.

Brasagem de Resistência

A brasagem por resistência é um método de brasagem que utiliza uma corrente elétrica para aquecer a área da junta. O metal de adição é então adicionado à junta por ação capilar. A brasagem por resistência é adequada para unir metais com alta resistência elétrica, como o aço inoxidável.

Concluindo, cada técnica e método de brasagem tem suas próprias vantagens e desvantagens. A escolha do método depende do tipo de metal a ser unido, do tamanho e formato das peças e do volume de produção.

Materiais e equipamentos de brasagem

A brasagem é um processo de união de duas ou mais peças metálicas, aquecendo-as a uma temperatura acima do seu ponto de fusão e depois resfriando-as para formar uma ligação forte e permanente. Nesta seção, discutiremos os diversos materiais e equipamentos utilizados na brasagem com maçarico.

Tocha e Gás Combustível

A brasagem com maçarico requer uma tocha e um gás combustível. A tocha é usada para aquecer as peças metálicas a serem unidas e o gás combustível fornece a fonte de calor. O gás combustível mais comumente usado é o acetileno, mas outros gases como propano, gás natural e propileno também podem ser usados. A tocha usada para brasagem é geralmente uma tocha de oxi-acetileno, que combina gás acetileno com oxigênio para produzir uma chama quente.

Metal de enchimento para brasagem

O metal de adição de brasagem é usado para preencher a lacuna entre as peças metálicas que estão sendo unidas. O metal de adição deve ter um ponto de fusão inferior ao das peças metálicas que estão sendo unidas, para que possa derreter e fluir para dentro da junta. Os metais de adição de brasagem mais comuns são ligas de cobre, prata e níquel.

Fluxo

O fluxo é usado para limpar as superfícies metálicas que estão sendo unidas e evitar a oxidação durante o processo de brasagem. O fluxo também ajuda o metal de adição a fluir para dentro da junta, reduzindo a tensão superficial. Os fluxos mais comumente usados são bórax, ácido bórico e compostos de flúor.

Acessórios e gabaritos

Acessórios e gabaritos são usados para manter as peças metálicas no lugar durante o processo de brasagem. Eles garantem que as peças estejam devidamente alinhadas e que a junta esteja na posição correta. Acessórios e gabaritos podem ser feitos de uma variedade de materiais, incluindo aço, alumínio e cerâmica.

Reguladores e Mangueiras

Reguladores e mangueiras são usados para controlar o fluxo de gás para a tocha e garantir que a pressão correta seja mantida. O regulador reduz a pressão do gás no cilindro a um nível seguro e adequado para a tocha. Mangueiras conectam o regulador à tocha e permitem que o gás flua para a tocha.

Em resumo, a brasagem com maçarico requer uma tocha e gás combustível, metal de adição para brasagem, fluxo, acessórios e gabaritos, além de reguladores e mangueiras. Cada um destes componentes desempenha um papel importante no processo de brasagem e deve ser cuidadosamente selecionado e utilizado para garantir uma ligação forte e permanente entre as peças metálicas a serem unidas.

Projeto e preparação conjunta

Quando se trata de brasagem com maçarico, o projeto e a preparação da junta são essenciais para obter uma junta forte e confiável. O desenho da junta determina a resistência e durabilidade da junta, enquanto a preparação garante que a junta esteja limpa, livre de contaminantes e pronta para brasagem.

Liberação Conjunta

A folga da junta é o espaço entre as duas peças que estão sendo unidas e é fundamental para o sucesso do processo de brasagem. Deve ser cuidadosamente calculado para garantir que o metal de adição possa fluir para dentro da junta e criar uma ligação forte.

A folga da junta é afetada pelo tipo de junta utilizada, pelos materiais unidos e pelo processo de brasagem utilizado. Deve ser calculado com base nos materiais a serem unidos e na dilatação térmica esperada durante o processo de brasagem.

Rigidez da superfície

A rugosidade da superfície é outro fator crítico no projeto e preparação da junta. As superfícies a serem unidas devem estar limpas, secas e isentas de contaminantes, e a rugosidade das superfícies deve ser cuidadosamente controlada.

A rugosidade da superfície afeta a molhabilidade do metal de adição e a resistência da junta. Uma superfície áspera pode criar um travamento mecânico entre o metal de adição e o metal base, aumentando a resistência da junta.

Revestimento e Limpeza

O revestimento e a limpeza são etapas essenciais na preparação da junta. As superfícies devem estar livres de contaminantes, como óleo, graxa ou sujeira, que possam interferir no processo de brasagem.

Um revestimento de fluxo é frequentemente usado para proteger a junta durante o processo de brasagem. O fluxo remove quaisquer óxidos que se formam na superfície do metal e evita a formação de novos óxidos. O tipo de fluxo utilizado depende dos materiais a serem unidos e do processo de brasagem utilizado.

Concluindo, o projeto e a preparação da junta são essenciais para obter uma junta forte e confiável durante a brasagem com maçarico. A folga da junta, a rugosidade da superfície, o revestimento e a limpeza devem ser cuidadosamente considerados e controlados para garantir um processo de brasagem bem-sucedido.

Variáveis do Processo de Brasagem

A brasagem é um processo de união que envolve a fusão de um metal de adição e seu fluxo na junta entre dois metais básicos. As variáveis do processo de brasagem desempenham um papel crítico na determinação da qualidade da junta soldada. As principais variáveis que afetam o processo de brasagem são temperatura, tempo, controle de gás e oxigênio e resistência da junta.

Temperatura

A temperatura é uma das variáveis mais cruciais no processo de brasagem. A temperatura deve ser alta o suficiente para derreter o metal de adição e permitir que ele flua para dentro da junta por ação capilar. Ao mesmo tempo, a temperatura deve ser suficientemente baixa para evitar danos aos metais básicos. A faixa de temperatura para brasagem varia dependendo dos materiais a serem unidos, mas normalmente fica entre 1.100°F e 2.200°F.

Tempo

O tempo que a junta é mantida na temperatura de brasagem é outra variável crítica. O tempo deve ser longo o suficiente para permitir que o metal de adição flua para dentro da junta e forme uma ligação forte entre os metais de base. Entretanto, se a junta for mantida na temperatura de brasagem por muito tempo, os metais de base podem ser danificados ou distorcidos. O tempo ideal para brasagem varia dependendo dos materiais a serem unidos e do metal de adição utilizado.

Controle de Gás e Oxigênio

A atmosfera em que ocorre a brasagem também é crítica. A presença de oxigênio pode causar oxidação e enfraquecer a articulação. Portanto, o processo de brasagem geralmente é realizado em atmosfera controlada com baixos níveis de oxigênio. O gás utilizado no processo de brasagem também pode afetar a qualidade da junta. Os gases mais comumente usados para brasagem são hidrogênio, nitrogênio e argônio.

Força Articular

A resistência da junta soldada é crítica para o desempenho geral do componente a ser unido. A resistência da junta é afetada pelos materiais a serem unidos, pelo metal de adição utilizado e pelas variáveis do processo de brasagem. O coeficiente de expansão térmica do metal de adição e dos metais de base também deve ser considerado para evitar tensões e distorções na junta.

Concluindo, as variáveis do processo de brasagem são críticas para a qualidade da junta soldada. Temperatura, tempo, controle de gás e oxigênio e resistência da junta são as principais variáveis que devem ser cuidadosamente controladas para garantir uma junta forte e confiável. O processo de brasagem deve ser realizado com precisão e cuidado para atingir os resultados desejados.

Aplicações de Brasagem com Tocha

A brasagem com maçarico é um processo de união versátil que pode ser usado em diversas aplicações. Aqui estão algumas aplicações comuns de brasagem com tocha:

União de Metais Dissimilares

A brasagem com maçarico é um método eficaz para unir metais diferentes, que são difíceis de soldar devido aos seus diferentes pontos de fusão e coeficientes de expansão térmica. A brasagem com maçarico pode ser usada para unir metais como cobre, aço inoxidável, alumínio e latão.

União de Conjuntos Tubulares

A brasagem com maçarico é comumente usada para unir conjuntos tubulares, como trocadores de calor, radiadores automotivos e bobinas de ar condicionado. O processo pode proporcionar uma união forte entre os tubos e os coletores, resultando em uma montagem estanque.

União de juntas sobrepostas e juntas de topo

A brasagem com maçarico pode ser usada para unir juntas sobrepostas e juntas de topo. As juntas sobrepostas são comumente usadas em aplicações de chapa metálica, enquanto as juntas de topo são usadas em materiais mais espessos. A brasagem da tocha pode fornecer uma junta forte entre as duas peças, resultando em uma montagem estanque.

Taxa de produção e produção em massa

A brasagem com maçarico pode ser usada na produção em massa devido à sua taxa de produção relativamente rápida. O processo pode ser automatizado, resultando em uma alta taxa de produção e qualidade consistente.

Folgas e tolerâncias conjuntas

A brasagem da tocha pode acomodar uma variedade de folgas e tolerâncias de juntas. O processo pode proporcionar uma junta forte mesmo quando há uma lacuna entre as duas peças.

Concluindo, a brasagem com maçarico é um processo de união versátil que pode ser usado em diversas aplicações. É um método eficaz para unir metais diferentes, conjuntos tubulares, juntas sobrepostas e juntas de topo. O processo pode ser usado na produção em massa e pode acomodar uma variedade de folgas e tolerâncias de juntas.

Conclusão

Concluindo, a brasagem com maçarico é um método eficaz para unir componentes metálicos sem a necessidade de aquecer todo o conjunto. Ele permite o aquecimento localizado e a união de componentes metálicos, resultando em ligações bonitas, fortes e permanentes entre esses componentes.

Para garantir um processo de brasagem com maçarico bem-sucedido, é importante usar a haste de brasagem e o fluxo de brasagem apropriados. A haste de brasagem deve ser compatível com os metais básicos a serem unidos e fornecer resistência suficiente à junta. O fluxo de brasagem deve ser aplicado na junta para evitar oxidação e garantir umedecimento adequado da haste de brasagem.

O bórax é um fluxo de brasagem comumente usado que ajuda a remover óxidos superficiais e promove umedecimento da haste de brasagem. É importante usar a quantidade adequada de bórax para evitar acúmulo excessivo e garantir o fluxo adequado da haste de brasagem.

Ao usar um ferro de solda para brasagem com maçarico, são necessárias habilidades especiais para aquecer adequadamente essas áreas de maneira uniforme (sem distorção) para que a resistência máxima seja alcançada. É importante seguir as instruções do fabricante do ferro de soldar para garantir um uso seguro e eficaz.

Por fim, é importante consultar fontes confiáveis, como o site de Lucas Milhaupt, para saber mais sobre os fundamentos e melhores práticas de brasagem. Seguindo essas orientações e dicas, a brasagem com maçarico pode ser um método confiável e eficaz para unir componentes metálicos.

Envie sua pergunta agora

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Imagem de Mark

Marca

Especialista em Máquina de Brasagem Automática e Acessórios de Refrigeração

Postagens Relacionadas

Envie sua pergunta agora