Tudo o que você precisa saber sobre hastes de brasagem

hastes de brasagem

As hastes de brasagem são uma ferramenta essencial na soldagem e na usinagem de metais, usadas para unir duas peças de metal derretendo um metal de adição na junta. As hastes de brasagem são feitas de vários materiais, como alumínio, bronze e cobre, e estão disponíveis em diferentes tamanhos e formatos. Eles são usados em uma variedade de aplicações, incluindo automotiva, construção e encanamento.

A seleção da haste de brasagem correta é crucial para garantir uma junta forte e durável. A escolha da haste de brasagem depende do tipo de metal a ser unido, do desenho da junta e do uso pretendido do produto acabado. Por exemplo, hastes de brasagem de alumínio são ideais para reparar peças de alumínio, enquanto hastes de brasagem de bronze são comumente usadas para unir cobre e latão. É importante selecionar a haste de brasagem correta para garantir uma junta forte e durável que possa suportar o uso pretendido do produto acabado.

O que são hastes de brasagem?

Definição

As hastes de brasagem são metais de adição usados para unir duas peças de metal por meio de brasagem, um processo que envolve aquecer as peças de metal a uma temperatura inferior ao seu ponto de fusão e, em seguida, derreter a haste de brasagem para preencher a lacuna entre elas. A haste de brasagem então esfria e solidifica, criando uma ligação forte e permanente entre as peças de metal.

Tipos de hastes de brasagem

Existem vários tipos de hastes de brasagem disponíveis, cada uma com suas propriedades e aplicações exclusivas. Alguns dos tipos mais comuns de hastes de brasagem incluem:

  • Hastes de brasagem de cobre: As hastes de brasagem de cobre são usadas para brasagem de cobre, latão e bronze. Possuem excelentes propriedades de fluidez e umectação, tornando-os ideais para preencher lacunas e juntas em tubos de cobre, sistemas de refrigeração e componentes elétricos.
  • Hastes de brasagem de alumínio: As hastes de brasagem de alumínio são usadas para brasagem de alumínio e outros metais não ferrosos. Possuem baixo ponto de fusão e excelente fluidez, o que os torna ideais para reparos de radiadores de alumínio, sistemas de ar condicionado e outros componentes de alumínio.
  • Hastes de brasagem de prata: As hastes de brasagem de prata são usadas para brasagem de aço inoxidável, ligas de níquel e outros metais de alta temperatura. Possuem alto ponto de fusão e excelente resistência, o que os torna ideais para unir componentes metálicos que serão expostos a altas temperaturas e tensões.
  • Hastes de brasagem de aço: As hastes de brasagem de aço são usadas para brasagem de aço carbono e outros metais ferrosos. Eles têm alta resistência à tração e excelente resistência à corrosão, tornando-os ideais para reparar tubos de aço, tanques e outros componentes de aço.

Concluindo, as hastes de brasagem são ferramentas essenciais para unir componentes metálicos por meio de brasagem. Escolher o tipo certo de haste de brasagem para o trabalho é fundamental para conseguir uma ligação forte e permanente entre as peças metálicas.

Como escolher as hastes de brasagem certas

Quando se trata de brasagem, escolher a haste de brasagem correta é crucial para garantir uma junta forte e durável. Aqui estão alguns fatores a serem considerados ao selecionar a haste de brasagem correta.

Fatores a considerar

  • Metal básico – O primeiro fator a considerar ao escolher uma haste de brasagem é o metal base. Diferentes metais requerem diferentes tipos de hastes de brasagem. Por exemplo, o cobre requer hastes de brasagem de cobre, enquanto o aço requer hastes de brasagem de aço.
  • Força Articular – A resistência da junta também é um fator importante a considerar. Algumas hastes de brasagem são mais fortes que outras, por isso é importante escolher uma haste que forneça a resistência necessária para a junta.
  • Temperatura de operação – A temperatura operacional da junta soldada é outro fator a considerar. Algumas hastes de brasagem são projetadas para trabalhar em temperaturas mais altas do que outras, por isso é importante escolher uma haste que possa suportar a temperatura operacional.
  • Aplicativo – A aplicação da junta também é importante a considerar. Por exemplo, se a junta for exposta a altas tensões ou vibrações, poderá ser necessária uma haste de brasagem mais forte.

Combinando a haste com o metal base

Depois de considerar os fatores acima, é importante combinar a haste de brasagem com o metal base. As hastes de brasagem são normalmente feitas de cobre, latão ou bronze e estão disponíveis em vários diâmetros.

  • Hastes de brasagem de cobre – As hastes de brasagem de cobre são ideais para brasagem de cobre e ligas de cobre. Eles estão disponíveis em variedades simples e revestidas com fluxo.
  • Hastes de brasagem de latão – As hastes de brasagem de latão são ideais para brasagem de latão e bronze. Eles estão disponíveis em variedades simples e revestidas com fluxo.
  • Hastes de brasagem de bronze – As hastes de brasagem de bronze são ideais para brasagem de aço, ferro fundido e outros metais ferrosos. Eles estão disponíveis em variedades simples e revestidas com fluxo.

Diâmetro da haste

O diâmetro da haste de brasagem também é um fator importante a ser considerado. O diâmetro da haste determinará a quantidade de metal de adição que será depositado na junta.

  • Hastes Finas – Hastes finas são normalmente usadas para juntas pequenas ou onde é necessária precisão. Eles são ideais para brasagem de materiais finos.
  • Hastes grossas – Hastes grossas são normalmente usadas para juntas maiores ou onde é necessária resistência. São ideais para brasagem de materiais mais espessos.

Concluindo, escolher a haste de brasagem correta é essencial para garantir uma junta forte e durável. Considerando os fatores acima e combinando a haste com o metal base, você pode selecionar a haste de brasagem correta para sua aplicação.

Técnicas de Brasagem

A brasagem é um processo de união que envolve o uso de um metal de adição que derrete a uma temperatura acima de 840°F (450°C), mas abaixo do ponto de fusão do metal base. O metal de adição é então atraído para dentro da junta por ação capilar, formando uma ligação forte e estanque. A brasagem pode ser realizada usando diferentes técnicas, incluindo brasagem com maçarico, brasagem em forno e brasagem por indução.

Brasagem com maçarico

A brasagem com maçarico é uma técnica popular que utiliza uma tocha para aquecer o metal base e o metal de adição. A tocha pode ser alimentada por acetileno, propano ou gás natural e pode ser portátil ou montada em um acessório. A brasagem com maçarico é uma técnica versátil que pode ser usada para unir uma ampla variedade de metais, incluindo cobre, latão, aço e aço inoxidável.

Para realizar a brasagem com maçarico, o operador deve primeiro limpar a área da junta e aplicar fluxo no metal base. O fluxo ajuda a remover quaisquer óxidos ou impurezas da superfície do metal, permitindo que o metal de adição flua mais facilmente. O operador então aquece a área da junta com a tocha, elevando-a até a temperatura necessária. Quando a área da junta estiver suficientemente quente, o operador aplica o metal de adição, que é puxado para dentro da junta por ação capilar. O operador então permite que a junta esfrie lentamente, garantindo que a ligação seja forte e estanque.

Brasagem de forno

A brasagem em forno é uma técnica que envolve o aquecimento de todo o conjunto em um forno. O forno pode ser alimentado por gás, eletricidade ou óleo e pode ser em lote ou contínuo. A brasagem em forno é um processo altamente controlado que pode ser usado para unir montagens complexas e peças grandes.

Para realizar a brasagem do forno, o operador primeiro limpa a área da junta e aplica fluxo no metal base. O operador então coloca o conjunto no forno e aquece-o até a temperatura necessária. Assim que a montagem estiver suficientemente quente, o operador introduz o metal de adição na área da junta. O metal de adição é atraído para dentro da junta por ação capilar, formando uma ligação forte. O operador então permite que o conjunto esfrie lentamente, garantindo que a ligação seja forte e estanque.

Brasagem por Indução

A brasagem por indução é uma técnica que utiliza uma bobina de indução para aquecer o metal base e o metal de adição. A bobina de indução gera um campo eletromagnético que aquece o metal induzindo correntes elétricas em seu interior. A brasagem por indução é uma técnica rápida e eficiente que pode ser usada para unir uma ampla variedade de metais, incluindo cobre, latão, aço e aço inoxidável.

Para realizar a brasagem por indução, o operador primeiro limpa a área da junta e aplica fluxo no metal base. O operador então coloca o conjunto na bobina de indução e aplica energia à bobina. A bobina gera um campo eletromagnético que aquece a área da junta até a temperatura necessária. Quando a área da junta estiver suficientemente quente, o operador introduz o metal de adição na área da junta. O metal de adição é atraído para dentro da junta por ação capilar, formando uma ligação forte. O operador então permite que o conjunto esfrie lentamente, garantindo que a ligação seja forte e estanque.

A brasagem é uma técnica versátil que pode ser usada para unir uma ampla gama de metais. Cada técnica de brasagem tem suas vantagens e desvantagens, e a escolha da técnica dependerá da aplicação específica. A brasagem requer o uso de metal de adição e fluxo, e a limpeza e preparação adequadas da área da junta são essenciais para uma adesão bem-sucedida.

Diferentes tipos de brasagem

A brasagem é um processo de união de duas ou mais peças de metal, aquecendo-as a uma temperatura abaixo do seu ponto de fusão e, em seguida, adicionando um metal de adição para uni-las. Diferentes tipos de hastes de brasagem são usados para diferentes tipos de metais. Aqui estão alguns dos tipos mais comuns de hastes de brasagem:

Brasagem Autofluxante

Varetas de brasagem autofluxantes são aquelas que contêm um revestimento de fluxo que derrete e flui quando aquecido, criando uma camada protetora que evita a oxidação e promove umedecimento do metal base. Essas hastes são ideais para brasagem de cobre, latão e bronze.

Brasagem de cobre fósforo

As hastes de brasagem de cobre fósforo contêm fósforo, o que ajuda a reduzir o ponto de fusão do metal de adição e promove umedecimento do metal base. Essas hastes são ideais para brasagem de cobre, latão e bronze.

Hastes de brasagem de prata

As hastes de brasagem de prata são feitas de uma liga de prata e são usadas para brasagem de cobre, latão, aço, aço inoxidável e ligas de níquel. Essas hastes têm um alto ponto de fusão e produzem juntas fortes e estanques.

Hastes de latão

As hastes de brasagem de latão são feitas de uma liga de latão e são usadas para brasagem de cobre, latão e bronze. Essas hastes têm um ponto de fusão mais baixo do que as hastes de brasagem de prata e são ideais para unir finas seções de metal.

Brasagem de baixa temperatura

As hastes de brasagem de baixa temperatura são usadas para brasagem de metais com baixo ponto de fusão, como alumínio e zinco. Essas hastes têm ponto de fusão mais baixo do que outros tipos de hastes de brasagem e são ideais para unir seções finas de metal.

Brasagem de liga de zinco de alumínio

As hastes de brasagem de liga de alumínio e zinco são usadas para brasagem de alumínio e ligas de alumínio. Essas hastes têm baixo ponto de fusão e produzem juntas fortes e estanques.

Concluindo, diferentes tipos de hastes de brasagem são usados para diferentes tipos de metais. Brasagem autofluxante, brasagem de cobre fósforo, hastes de brasagem de prata, hastes de latão, brasagem de baixa temperatura e brasagem de liga de alumínio e zinco são alguns dos tipos mais comuns de hastes de brasagem. É importante escolher o tipo certo de haste de brasagem para o metal a ser unido para garantir uma junta forte e estanque.

Hastes de soldagem versus hastes de brasagem

Soldagem e brasagem são processos de união de metais que utilizam diferentes tipos de hastes. As hastes de soldagem são usadas na soldagem a gás, enquanto as hastes de brasagem são usadas nos processos de brasagem. As hastes de soldagem e brasagem têm finalidades e propriedades diferentes.

Varetas de soldagem

Varetas de soldagem são usadas na soldagem a gás para fundir duas peças de metal, derretendo-as. A haste de soldagem é derretida junto com os metais básicos para criar uma ligação forte. As hastes de soldagem são feitas de diferentes materiais, como cobre, alumínio e níquel, dependendo do tipo de metal a ser soldado.

Hastes de brasagem

As hastes de brasagem são usadas em processos de brasagem onde o metal de adição derrete a uma temperatura mais alta que o metal base. A haste de brasagem é derretida para criar uma ligação entre duas peças de metal sem derreter o metal base. As hastes de brasagem são feitas de cobre, alumínio ou níquel.

Propriedades

As hastes de soldagem e de brasagem possuem propriedades diferentes que as tornam adequadas para diferentes aplicações. As hastes de soldagem criam uma ligação mais forte do que as hastes de brasagem porque derretem o metal base junto com o metal de adição. As hastes de brasagem criam uma ligação tão forte quanto o metal de adição.

Formulários

Varetas de soldagem são usadas em aplicações onde é necessária uma ligação forte, como nas indústrias de construção e automotiva. As hastes de brasagem são usadas em aplicações onde não é necessária uma ligação forte, como na fabricação de joias e encanamentos.

Hastes de soldagem de cobre

As hastes de soldagem de cobre são um tipo popular de haste de soldagem usada na soldagem a gás. Eles são feitos de cobre puro e são usados para soldar tubos de cobre e fios elétricos. As hastes de soldagem de cobre têm boa condutividade elétrica e são resistentes à corrosão.

Concluindo, as hastes de soldagem e as hastes de brasagem são dois tipos diferentes de hastes usadas em processos de união de metais. As hastes de soldagem são usadas na soldagem a gás para criar uma ligação forte entre duas peças de metal, enquanto as hastes de brasagem são usadas nos processos de brasagem para criar uma ligação que não é tão forte quanto a soldagem. As hastes de soldagem de cobre são um tipo popular de haste de soldagem usada na soldagem a gás e são conhecidas por sua boa condutividade elétrica e resistência à corrosão.

Conclusão

As hastes de brasagem são ferramentas essenciais para qualquer metalúrgico que deseja unir diferentes tipos de metais. Eles oferecem resistência superior nas juntas e maior resistência à corrosão, tornando-os ideais para uma ampla gama de aplicações.

Ao selecionar uma haste de brasagem, é importante considerar a composição e as propriedades da haste. As hastes de brasagem de latão, por exemplo, são populares entre os metalúrgicos porque oferecem resistência superior nas juntas e maior resistência à corrosão. Por outro lado, as hastes de brasagem de cobre e fósforo fornecem soldas fortes e duráveis, sem causar empenamentos ou distorções, e são relativamente fáceis de usar, mesmo para iniciantes que não têm acesso a equipamentos caros.

Também é importante considerar o processo utilizado para aplicação da liga de brasagem. Anéis de brasagem pré-formados, por exemplo, podem oferecer diversas vantagens em relação à alimentação manual, incluindo melhoria do processo, indicação de qualidade e redução de custos de mão de obra.

No geral, selecionar a haste e o processo de brasagem corretos pode fazer uma diferença significativa na qualidade e durabilidade do produto final. Os metalúrgicos devem considerar cuidadosamente suas opções e escolher a melhor combinação de haste de brasagem e processo para sua aplicação específica.

Envie sua pergunta agora

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Imagem de Mark

Marca

Especialista em Máquina de Brasagem Automática e Acessórios de Refrigeração

Postagens Relacionadas

Envie sua pergunta agora